quarta-feira, 13 de maio de 2015

Opinião: Livro A Estrada da Noite

Sim, me surpreendeu. Sim, eu já sabia que era um livro de terror. Sim, eu sabia que o autor era filho do Stephen King. E foi por saber desse fato que o livro me impressionou tanto. A expectativa pra ler todo aquele livro era enorme.

O livro conta a estória de um ex-vocalista (Jude) de uma banda de rock, que tem uma inusitada coleção de coisas estranhas – que vão desde crânios à confissões de feiticeira -  e que interessa-se por um velho terno que está à venda na internet. Na verdade, Jude não queria o terno em si, mas a promessa de que o mesmo viria com um morto (o dono do terno que havia morrido pouco tempo atrás).

Não acreditando muito na lenda do terno, Jude o compra somente por curiosidade, mas o que ele não esperava era que seus piores temores estavam perto de concretizar-se.

Coisas estranhas começam a acontecer. O assistente de Jude demite-se, ele começa a receber estranhas ligações, coisas sobrenaturais começam a acontecer em sua casa, e somente ele pode ver o velho esquelético, dono do terno, o ameaçando para onde quer que ele fosse.

Sua namorada, Geórgia, a princípio não acredita muito naquela história, até o morto começar a intervir também na sua vida. Eles tentam buscar respostas, queimar o terno, mas nada que eles façam (queimar, enterrar ou até mesmo devolver o terno para seu vendedor) faria o morto sair das suas vidas. O morto era dele, ele pagara para tê-lo.

Bom, com o passar do livro, novas revelações são feitas. Enquanto eu o lia, não conseguia me dirigir ao quarto sem ser correndo. Foi incrível a sensação que me causou. Sim! O livro me fez sentir medo. E eu amei isso!

Eu realmente amei o livro. Amei tanto que até já dei um de presente. É uma história de terror, mistério e suspense que nos faz ansiar pela próxima página. Os acontecimentos e a forma como os mesmos são narrados é de tirar o folêgo. Os personagens são bem construídos, a estória tem uma dinamicidade realmente muito boa, e tiveram cenas que me deixaram chocado.

2 comentários :

  1. O medo é a arma dos poderosos criado para acabar com a dignidade humana.

    ResponderExcluir

Rabiscos Populares